Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

Fechar

Exportação brasileira cresce em meio à guerra comercial

2018 foi um ano de superação para muitos setores brasileiros, principalmente depois do pessimismo gerado devido a guerra comercial entre EUA e China, em decorrência das barreiras comerciais impostas por ambos lados.

Segundo o MDIC (Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços), as vendas de produtos siderúrgicos, carnes e soja aumentaram, contribuindo com o crescimento da balança comercial – Superávit. Em outubro, os EUA flexibilizaram alguns acordos com o Brasil, facilitando o comércio entre os países, o que ocasionou aumento nas exportações brasileiras de maneira significativa.

A área moveleira fechará 2018 com um aumento de 18% nas exportações de móveis em comparação com 2017 que fechou negativo em 16%, sendo que a região Sul (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul), são responsáveis por 80% dos móveis exportados, segundo o radar da Apex-Brasil / Abimóvel.

O segmento de móveis de madeira é o mais exportado do Brasil no quesito valores devido a sua alta valia, mas em quantidade exportada, os móveis de MDP/MDF ganham o primeiro lugar. Um dos motivos que ocasionou este crescimento nas exportações brasileiras foi o câmbio, com o aumento do dólar, na casa dos R$3,90 – R$4,10, nossos produtos se tornaram mais competitivos e foram aceitos em mercados que antes eram difíceis de entrar.

Outro motivo para o aumento das exportações do setor, foi a crise interna nacional, a economia instável fez com que as empresas buscassem alternativas para sair da crise, buscando novos mercados e clientes no exterior, se internacionalizando e se profissionalizando para atuar no mercado externo.

A Albatroz vem crescendo de maneira exponencial nestes últimos 2 anos, aproveitando as oportunidades que o mercado ofereceu, adaptando a empresa à realidade, flexibilizando linhas e investindo em máquinas e pessoal para estar mais competitiva tanto no cenário internacional quanto no cenário nacional. Em 2017 a empresa teve um crescimento de mais de 1000% em relação ao ano de 2016 e irá fechar 2018 com um crescimento de 170% sobre o ano de 2017. Isto devido aos novos mercados e clientes conquistados durante o ano, fazendo com que a Albatroz esteja presente, hoje, em 25 países de 4 continentes (América, Ásia, África e Europa).

O objetivo para 2019, é um crescimento de pelo menos 50% em relação a 2018, com negociações saudáveis e uma rentabilidade maior.

Esse conteúdo foi útil?
5.00 avg. rating (94% score) - 1 vote

Fala pra gente o que achou

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *