Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

Fechar

Pandemia x Revestimentos

O mundo inteiro está vivendo um momento diferente imposto pela pandemia do COVID 19. Esse tempo torna-se um interessante exercício para designers e arquitetos, pois as pessoas se deram conta da importância de um lar, lugares e cantinhos que até estavam esquecidos. Essas novas necessidades induzem a que espaços sejam reinventados, desafiando a criatividade e redescobrindo o lar, onde as famílias possam experimentar o bem estar diariamente.

A cada ano observamos o lançamento de novos materiais, formas, cores e funções norteando e ditando as tendências ao mobiliário e materiais de acabamento e decoração produzidos e comercializados no Brasil e no mundo. Essas mudanças respeitam um ciclo e adquirem importância especial na vida de um determinado nicho de mercado e tendem a seguir padrões estabelecidos por essa “moda”.

Vamos conhecer um pouquinho sobre porcelanato?

O Porcelanato é um revestimento cerâmico de alta qualidade e grande desempenho, resultante da junção de vários tipos de argilas e minerais combinados em proporções específicas e submetido a inúmeros processos durante sua fabricação. Vale a pena ressaltar que enquanto as cerâmicas comuns são compostas por dois a quatro tipos de argila, os porcelanatos podem empregar entre sete e dez tipos. O resultado do processo é um produto homogêneo, compacto, vitrificado e muito resistente, que pode ser aplicado em áreas comerciais, residenciais e em espaços com alto tráfego, a exemplo de aeroportos e shopping centers.

Sua aplicação vai muito além das paredes e pisos, pode compor lareiras, churrasqueiras, tampos de mesa e afins. A solução é tão prática e vantajosa que inspira arquitetos e designers.

Desenvolvido por meio de rigorosos padrões técnicos, o produto apresenta níveis baixíssimos de absorção de água, alta resistência mecânica além de um dimensional preciso, durabilidade, pois durante o processo de fabricação elimina a presença de qualquer tipo de matéria orgânica, o que contribui para sua conservação. Não podemos esquecer o conforto térmico que na categoria dos pisos frios, ajuda a manter ambientes frescos em dias de altas temperaturas.

O porcelanato recebe duas classificações:

Porcelanato Técnico: não recebe camada de esmalte em sua superfície;

Porcelanato Esmaltado: como o nome já diz, recebe uma camada de esmalte em sua superfície.

Além de conta com alta resistência mecânica, podem ter diferentes acabamentos superficiais:

1 – Porcelanato polido: liso e brilhante. O polimento pode deixar o produto bastante escorregadio em contato com a água. Ideal usá-lo em locais secos, como salas, quartos e ambientes comerciais;

2 – Porcelanato natural: menos escorregadio e de fácil limpeza. Ótima escolha para áreas molhadas como banheiros com chuveiro, área de serviço e diferentes espaços comerciais e até mesmo industriais;

3 – Porcelanato externo: apresenta alta resistência a escorregamento e tem superfície mais áspera, sendo mais difícil na limpeza. Indicado para áreas externas e piscinas.

Disponível em: https://ceusa.com.br/pt/linha-produto/ceusa-pt-lancamentos-2019/

Podemos ainda elencar alguns atributos dentro dessa variação:

1 – O porcelanato extrafino: com espessura reduzida. Enquanto o produto comum apresenta entre oito a doze milímetros, o extrafino tem entre três e seis milímetros de espessura, o que resulta em placas mais leves, e facilita o processo de corte e assentamento.

2 – Grandes formatos: garantem aplicações uniformes, elegância e amplitude visual. Muitas indústrias oferecem peças com dimensões: 90×90 cm, 60×120 cm, 60×180 cm, 80×160 cm, 120×120 cm, 120×240 cm, 120×250 cm e 300×100 cm.

3 – Acabamento retificado que diferentemente das peças com bordas arredondadas, o produto é tratado após a etapa de queima, passando pela retífica onde lixas de vários tamanhos desgastam as bordas das peças fazendo com que a variação dimensional entre as elas diminua significativamente, e as juntas de assentamento sejam menores e, consequentemente, as placas sejam assentadas mais próximas umas das outras, proporcionando economia de rejunte com superfície homogênea.

O Brasil é um dos principais protagonistas no mercado mundial de revestimentos cerâmicos, ocupando a segunda posição em produção e consumo. O Porcelanato Brasileiro é uma referência internacional em padrão de qualidade.

Escrito por:

Meire Marques Gonçalves

Professora da FACNOPAR , Coordenadora da especialização: Ambientação, Arquitetura e Design de Interiores FACNOPAR, Designer de Interiores e Especialista em Projetos de Interiores

5.00 avg. rating (100% score) - 2 votes
Esse conteúdo foi útil?
5.00 avg. rating (100% score) - 2 votes

Fala pra gente o que achou

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *